SETE MESTRES, UM CAMINHO

 setecaminhosSETE MESTRES, UM CAMINHO - Segredos de meditação dos maiores mestres do mundo / John Selby / Pensamento (Tema: Estratégias para a Realização Pessoal e Profissional / Facilitador: Raimundo Soares)

Une tradições diversas ao montar um programa de meditação que contempla uma prática meditativa de cada um dos Sete Místicos: Patanjali, Lao Tzu, Buda, Jesus, Maomé, Gurdjieff e Krishnamurti.

 

MACRO TRANSIÇÃO

MACRO TRANSIÇÃO - O desafio para o terceiro milênio / Erwin Lazlo / Axis Mundi (Tema: Ciência, Tecnologia e Comportamento / Facilitador: Raimundo Soares) - Mudança profunda, abrangente e irreversível que ocorre em todos os níveis e sistemas. O fator crítica de uma macrotransição é a consciência humana.Temos a oportunidade de construir um mundo melhor.

POR QUE MENTIMOS

 pqmentimosPOR QUE MENTIMOS - Os fundamentos biológicos e psicológicos / David L. Smith / Campus (Tema: Autoconhecimento e Domínio dos Pensamentos e das Emoções / Facilitadora: Cláudia Sales)

Ao se examinar as histórias que se contam e as mentiras que se inventam, pode-se aprender muito sobre a mente. A capacidade de enganar aos outros e a si mesmo, encontra-se na base da condição humana.

O CRISTIANISMO PERDIDO

cristianismoperdidoO CRISTIANISMO PERDIDO - Uma Viagem de Redescoberta / Jacob Needleman / Martins Fontes (Tema: Autoconhecimento e Domínio dos Pensamentos e das Emoções / Facilitadora: Sheila Couto Nogueira)

Uma odisséia espiritual individual e, ao mesmo tempo, uma reavaliação profunda da essência do Cristianismo e seu poder de transformar o ser humano.

PRIMEIRO SEMESTRE 2008

 ossegredosdamenteOS SEGREDOS DE UMA MENTE MILIONÁRIA / T. Harv Eker / GMT (Tema: Estratégias para a Realização Pessoal e Profissional / Facilitador: Ricardo Vieira)

Se as suas finanças andam na corda bamba, talvez esteja na hora de você refletir sobre o que T. Harv Eker chama de 'o seu modelo de dinheiro' - um conjunto de crenças que cada um de nós alimenta desde a infância e que molda o nosso destino financeiro, quase sempre nos levando para uma situação difícil. Neste livro, Eker mostra como substituir uma mentalidade destrutiva - que você talvez nem perceba que tem - pelos 'arquivos de riqueza', 17 modos de pensar e agir que distinguem os ricos das demais pessoas.

 

O SAGRADO

osagradoO SAGRADO / Nilton Bonder / Rocco (Tema: A Natureza, o Homem e suas Formas de Expressão / Facilitador: Júlio Machado)

Numa era de incertezas e competição, o ser humano se sente carente de valor. O resgate desta estima tem hoje dois caminhos: o racionalismo e o esoterismo. Um quer redimir o ser humano pelo controle e o outro pelo privilégio: um pelo poder, o outro pelo desejo: um pela tecnologia, o outro pelo segredo. Há, porém, uma terceira via milenar: "O Sagrado".

CÓDIGOS DO UNIVERSO INFANTIL

 codigoinfantilCÓDIGOS DO UNIVERSO INFANTIL / Rita Cialfi Gay / Paulinas (Tema: A Natureza, o Homem e suas Formas de Expressão / Facilitadora: Sheila Couto Nogueira)

Ajuda os pais a refletirem sobre os mais variados aspectos do desenvolvimento humano, intelectual e afetivo, de seus filhos, desde a mais tenra idade. Compôs assim uma série de conversas em linguagem acessível e atraente sobre trinta temas, cobrindo a quase totalidade dos problemas humanos do recém nascido até o adolescente. Depois de os considerar na sua realidade concreta, com o auxílio de grandes psicólogos infantis e pedagogos, propõe em cada um deles um 'laboratório', em que ajuda os pais a entrarem na perspectiva da criança, recordando-se da experiência de sua própria infância. Os temas, expostos em ordem alfabética no original italiano, podem ser abordados segundo a ocasião ou o interesse por esse ou por aquele assunto. Vão de afetividade a maus hábitos, passando, por exemplo, por agressividade, autoridade e respeito, mentiras e segredos, emoções, frustrações, lutos e separações, emoções, sexo e medo, segurança, dinheiro e tempo livre.

A ALMA IMORAL

almaimortalA ALMA IMORAL / Nilton Bonder / Rocco (Tema: A Natureza, o Homem e suas Formas de Expressão / Facilitadora: Ana Rita Soares)

Há um olhar que sabe discernir o certo do errado e o errado do certo. Há um olhar que enxerga quando a obediência significa desrespeito e a desobediência representa respeito. Há um olhar que reconhece os curtos caminhos longos e os longos caminhos curtos. Há um olhar que desnuda, que não hesita em afirmar que existem fidelidades perversas e traições de grande lealdade. Este é o olhar da alma. Reconstruindo os significados de 'corpo' e 'alma', Nilton Bonder contrapõe o conceito de alma imoral do texto bíblico ao animal moral da psicologia evolucionista. O corpo que preserva e a alma que trai são responsáveis pelo mais importante processo da vida - a reprodução. A intenção do autor é transportar o leitor para um campo de batalha milenar onde o traído troca de lugar com o traidor, o santo com o marginal, o corpo com a alma.

15 de Maio - MEIO AMBIENTE NO SÉCULO 21/ Coordenção André Trigueiro / Sextante (Tema: Os Fatores que Afetam a Vida das Organizações / Facilitador: Raimundo Soares) - Neste início de século 21, em que a Humanidade enfrenta o esgotamento acelerado dos recursos naturais do planeta num ritmo sem precedentes na História, 21 autores foram desafiados a explicar como a questão ambiental se insere em suas respectivas áreas de conhecimento. Vinte e uma portas para entender o universo socioambiental, conhecer suas potencialidades e dificuldades e reconhecer-se nele, individual e coletivamente.

QUEBRANDO O ENCANTO

 quebrandoencatoQUEBRANDO O ENCANTO - A religião como fenômeno natural / Daniel C. Dennet / Globo (Tema: A Natureza, o Homem e suas Formas de Expressão / Facilitador: Thadeu Antônio Furtado)

Discute a crença humana nas religiões a partir de uma questão fundamental - por que o homem crê na existência de seres superiores e lhes confere o estatuto de divindade? Quem espera uma resposta biologizante, ou seja, a defesa da idéia de que a religiosidade é inata ao ser humano e, portanto, poderia ser explicada geneticamente, vai se surpreender com livro. Na verdade, Dennett defende a tese de que a humanidade não tem nenhuma programação biológica que a conduza à crença, mas, no entanto, esse comportamento pode ser explicado a partir do processo de evolução e seleção natural. Em vez de genes, Dennett utiliza o conceito de 'meme', cunhado por Richard Dawkins - o meme é como um programa de computador adaptado ao aparelho biológico humano e que depende dele para continuar existindo. Ou seja, a religião é apreendida culturalmente, mas está de tal forma arraigada no 'sistema operacional' (genético) humano, tal qual um parasita, que é naturalizada pelos próprios humanos como se fosse algo que lhes pertence intrinsecamente. O problema, para Dannett, é que a religião, diferente de outras memes, como a cultura democrática ou a própria ciência, não teria mais nenhum papel na evolução humana. Diferente de outros tempos, quando foi fundamental para que os seres humanos conseguissem atingir coesão social e pudessem dar sentido tanto a sua própria vida como seu maior medo - a morte -, a religião agora perdeu sua função positiva e, pelo contrário, significa uma barreira para a evolução. O livro de Dennett se insere em um dilema humano que está longe do seu fim. No entanto, não se trata de uma obra que explore a polêmica fácil, nem tampouco panfleto ateísta desinformado. Trata-se de uma obra de divulgação científica e de reflexão filosófica que busca criar um debate ativo entre ateus e religiosos.

OS OUTROS 90%

osoutrosOS OUTROS 90% / Robert K. Cooper / Campus (Tema: Estratégias para a Realização Pessoal e Profissional / Facilitadora: Dolores Belico)

O autor de "Inteligência Emocional na Empresa" toca, através de ferramentas práticas, em questões fundamentais na liderança e na vida, nos auxiliando no processo de desbloqueio e aproveitamento de nosso potencial.

A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL

 oceanoazulA ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL / Renée Mauborgne & W. Chan Kim / Campus (Tema: As Mais Recentes Tecnologias da Administração / Facilitador: Charles Couto)

O livro apresenta uma nova maneira de pensar sobre estratégia, resultando em uma criação de novos espaços (o oceano azul) e uma separação da concorrência (o oceano vermelho). Os autores estudaram 150 ganhadores e perdedores em 30 indústrias diferentes e viram que explicações tradicionais não explicavam o método dos ganhadores. O que eles acharam é que empresas que criam novos nichos, fazendo da concorrência um fator irrelevante, encontram um outro caminho para o crescimento. O livro ensina como colocar em prática essa estratégia.


Página 17 de 19