SEGUNDO SEMESTRE 2008

paisbrilhantesPAIS BRILHANTES, PROFESSORES FASCINANTES / Augusto Cury / GMT (Tema: Estratégias para a Realização Pessoal e Profissional / Facilitadora: Sheila Couto Nogueira)

O psiquiatra e cientista Augusto Cury mostra que é preciso cultivar a emoção e expandir a inteligência dos jovens. E, para isso, os pais e professores precisam de ferramentas para estimular as crianças e os adolescentes. O autor mostra que, para fazer a diferença, temos de adquirir os sete hábitos dos pais brilhantes e dos professores fascinantes. Além disso, ele chama a atenção para os sete pecados capitais dos educadores e ensina dez técnicas pedagógicas que podem revolucionar tanto a sala de aula quanto a de casa. "Os pais e os professores lutam pelo mesmo sonho: tornar seus filhos e alunos felizes, saudáveis e sábios. Mas jamais estiveram tão perdidos na árdua tarefa de educar. Não escrevo para heróis, mas para pessoas que sabem que educar é realizar a mais bela e complexa arte da inteligência. Educar é acreditar na vida e ter esperança no futuro, mesmo que os jovens nos decepcionem no presente. Educar é semear com sabedoria e colher com paciência".

O UNIVERSO AUTOCONSCIENTE

 ouniversoO UNIVERSO AUTOCONSCIENTE / Amit Gosmani / Aleph (Tema: Ciência, Tecnologia e Comportamento / Facilitador: Júlio Machado)

Neste livro estimulante, o físico indiano Amit Goswami (professor e pesquisador da Universidade de Massachussets, autor do best-seller 'A Física da Alma') contesta radicalmente o realismo materialista e desconstrói a convicção de que a matéria é o principal elemento formador da criação. Em vez disso, afirma que o verdadeiro fundamento de tudo aquilo que conhecemos e percebemos é a consciência. Portanto, tudo o que existe e se move no cosmo é gerado pela consciência, aqui entendida como algo transcendental - fora do espaço-tempo, não local e onipresente. Propõe, assim, uma teoria revigorante e desafiadora, erguendo uma ponte sobre o abismo entre ciência e espiritualidade e construindo um novo paradigma científico; o universo não existe sem algo que lhe perceba a existência.

O BABUÍNO DE MADAME BLAVATSKY

obabuinoO BABUÍNO DE MADAME BLAVATSKY / Peter Washington / Record (Tema: Biografias de Sucesso / Facilitadora: Dolores Belico)

Antes da virada do século, a renegada aristocrata russa Helena Petrovna Blavatsky, conhecida simplesmente como Madame Blavatsky, aportou na América com uma nova teoria - o homem não descendia do macaco, mas sim de seres elevados espiritualmente. Neste livro, Peter Washington conta a história desta excêntrica mulher e faz um estudo bem-humorado dos ideais religiosos, através dos anos até os dias de hoje.

UMA VIDA QUE VALE A PENA

 ponto mutacaoUMA VIDA QUE VALE A PENA / Jonathan Haidt / Campus - (Tema: Autoconhecimento e Domínio dos Pensamentos e das Emoções / Facilitador: Frederico Porto).

Hoje em dia encontramos 'palavras de sabedoria' de forma barata e abundante - em páginas de calendários, pára-choques de caminhão, tampinhas de garrafa e mensagens de e-mail. Encontramo-nos em uma biblioteca infinita, da qual somos capazes de ler apenas uma pequena fração de conteúdos, e tamanha quantidade de conteúdos, muitas vezes, anula a qualidade do nosso envolvimento com a sabedoria que encontramos à nossa disposição. Esse título aborda dez grandes idéias - cada capítulo é uma tentativa de experimentar melhor uma idéia descoberta por civilizações do mundo inteiro, questionando-a a partir do conhecimento científico. O autor sugere, por exemplo, que a hipótese da felicidade proposta por Buda e pelos estóicos deve ser revista - a felicidade vem não só de dentro de nós, como também de fora. Para tal confronta-a com resultados de recentes pesquisas, mostrando-nos que precisamos da orientação da sabedoria ancestral e da ciência para chegarmos a um perfeito equilíbrio. Palavras de sabedoria, a razão da vida e todas respostas que podemos encontrar na nossa biblioteca infinita chegam até nós diariamente, por diversos meios, mas pouco podem fazer se não soubermos saboreá-las, incorporando-as à nossa existência e tornando-as um meio de fazer da nossa uma vida que vale a pena.

O SEGREDO JUDAICO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS

segredojudaico SEGREDO JUDAICO DA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS / Nilton Bonder / IMAGO (Tema: Estratégias para a Realização Pessoal e Profissional / Facilitador: Denizar Pereira Paes)

Os judeus, em seu longo e atribulado percurso, experimentaram inúmeras situações de ameaça à sobrevivência, tanto do ponto de vista individual como coletivo. Tais vivências deram origem a uma refinada perspicácia, uma espécie de feeling particular que os próprios judeus passaram a chamar de Ídiche Kop - 'cabeça de judeu'. Sua característica mais marcante é a ousadia radical com que questiona o impossível e o inexorável e defende a permanência no jogo, precisamente quando tudo já parece perdido. Neste livro, através de anedotas e pequenos contos, a sapiência é decodificada em quatro diferentes dimensões - o Aparente do Aparente, O Oculto do Aparente, O Aparente do Oculto e o Oculto do Oculto -, revelando mundos que se interceptam numa tessitura extremamente complexa e delicada, cujo equilíbrio demanda por vezes a prevalência do tolo sobre o sábio, e do silêncio sobre a resposta.

 

LA EXPERINCIA DE LA REENCARNACION

LA EXPERINCIA DE LA REENCARNACION (A Experiência da Reencarnação) / THORWALD DETHLEFSEN / Obelisco (Tema: A Natureza, o Homem e suas Formas de Expressão / Facilitador: Charles Couto)

Psicólogo formado pela Universidade de Munique. Psicoterapeuta Transpessoal em Munique (Alemanha) tendo larga experiência com a terapia de vidas passadas. Autor dos Livros: "A regressão a vidas passadas como método de cura"; "O desafio do destino"; "A doença como caminho".

UMA NOITE NO PALÁCIO DA RAZÃO

noiterazaoUMA NOITE NO PALÁCIO DA RAZÃO: o encontro de Bach e Frederico, o Grande na era do Iluminismo / James R. Gaines / Record - (Tema: A Natureza, o Homem e suas Formas de Expressão / Facilitador: João Gabriel Fonseca).

Uma leitura inusitada das origens do Iluminismo e de todo nosso pensamento atual através do encontro, em Postdam, em 1747, do compositor Johann Sebastian Bach - o velho Bach, como era conhecido aos 62 anos - e o jovem rei russo, Frederico II, o Grande. Bach criou o que muitos consideram a mais transcendente obra musical do repertório clássico. Frederico, o Grande, construiu as bases do que conhecemos hoje como a Alemanha. Bach, compositor treinado na tradição barroca, era luterano, germanófilo. Frederico, rei cioso das novidades e oportunidades na política e na música européias, era um calvinista relapso, amante da cultura francesa, mal falava o alemão. O encontro entre os dois assinalou o momento em que essas visões de mundo colidiram. As centelhas desse breve conflito iluminaram um momento histórico do século XVIII. O encontro inusitado entre o rei guerreiro triunfante, saudado por Voltaire como o próprio símbolo jovem do Iluminismo, contrapondo-se a um compositor religioso, um gênio questionado em seus últimos anos, símbolo de um mundo do passado, é o que faz de 'Uma noite no palácio da razão' um livro memorável.

A LINGUAGEM DE DEUS

 linguagemdeusA LINGUAGEM DE DEUS / Francis S. Collins / Gente (Tema: Ciência, Tecnologia e Comportamento / Facilitador: Pedro Colen).

Enquanto líder do Projeto Genoma Humano, por mais de uma década, Francis Collins - geneticista pioneiro que esteve à frente do Projeto Genoma Humano e que foi entrevistado pela revista Time em 2006 para uma matéria de capa com o título "Deus vs. Ciência" - empenhou-se em revelar a seqüência do DNA, com apoio do então presidente dos EUA, Bill Clinton. Para o pesquisador é nosso dever levar em consideração todo o poder das perspectivas científica e espiritual para entendermos tanto aquilo que enxergamos quanto aquilo que não enxergamos. O foco deste livro é a soberba integração entre estas duas perspectivas. Francis S. Collins, renomado médico e geneticista, nascido em 1950, é diretor do Instituto Nacional de Pesquisas sobre Genoma (National Human Genome Research Institute).

PROGRAMA 2009 - ANO XIII

APROFUNDAMENTO TEÓRICO E VIVENCIAL

Exercitando os Sensos de Conexão:

histórico, com a natureza, com as organizações, consigo e com os outros

Em seu 13º ano de atividades, a Academia Cultural elaborou para 2009 uma programação que sintetiza sua história na busca de uma melhor compreensão do indivíduo humano e da realidade que co-constrói em suas convivências.

A produção de conhecimento e experimentações geradas em nossos diálogos, a partir da simbiose dos aportes de obras referenciais com vivências pessoais e profissionais, são disponibilizados para os participantes presenciais e virtuais.

No intervalo entre os encontros, a troca de impressões, exercícios e vínculos entre os membros se dá através do Fórum de Debates, especialmente desenvolvido para este fim.

SENSO DE CONEXÃO HISTÓRICO: Homem e suas Sociedades Ontem, Hoje e Amanhã (Sustentabilidade); Pensar e Ser Pensado (Zeitgeist); A Formação do Povo Brasileiro e a Cidadania.

SENSO DE CONEXÃO COM A NATUREZA: Mundo e Homem segundo as Tradições da Humanidade; Mundo e Homem segundo a  Vanguarda da Ciência; Sentimento de Pertencimento e Plenitude.

SENSO DE CONEXÃO COM A ORGANIZAÇÃO: Concepção e Comportamento Organizacional; Organização enquanto Organismo Vivo; Indivíduo e Ser Organizacional.

SENSO DE CONEXÃO CONSIGO E COM OS OUTROS: Encontrando Sentido e Significado; Cultivando a Vitalidade; Autonomia e Interdependência.

PROGRAMA 2010 - ANO XIV

PRINCÍPIOS BIOSSISTÊMICOS EM INDIVÍDUOS, ORGANIZAÇÕES E NAÇÕES

Fundamentos da Sustentabilidade

Identificação dos processos da efetividade de iniciativas e das causas de conflitos intra e inter indivíduos, organizações e nações.

A programação 2010 da ACADEMIACULTURAL, dentro de um enfoque trasndisciplinar, aborda a compreensão e vivência de forças de expressão da natureza presentes em qualquer organismo, desde uma bactéria até o ser humano e suas organizações. São meta inteligências ou princípios biossistêmicos, que vem servindo de base à promoção da educação para o desenvolvimento sustentável no país e exterior.
Estes princípios induzem a maneira de ser dos indivíduos, das organizações em geral e a forma de estruturação e condução de nações. Explicam as causas de iniciativas bem sucedidas e longevas. Também elucidam a origem de conflitos intra e inter indivíduos, organizações e nações, sempre decorrentes da divergência de olhares preferenciais de mundo.

Os princípios biossistêmicos são: identidade (individuação); integridade (conexão); potestade (poder natural e instituído); inventividade (criatividade); potencialidade (conhecimento); viabilidade (energia) e produtividade (ação).

Os mesmos estão diretamente relacionados com o desenvolvimento da maturidade humana, a estrutura dos estados e a formação dos partidos políticos, e a arquitetura das principais funções organizacionais.
Exacerbados na política geram: império, fundamentalismo, ditadura, anarquia, socialismo, capitalismo e comunismo.

No meio organizacional, se relacionam com os setores: energético; responsabilidade socioambiental; governança corporativa e liderança; P&D; desenvolvimento humano; financeiro e operacional.
Correspondem aos arquétipos humanos: rei; sábio; guerreiro; cientista; professor; empreendedor e artista.

A PARTIR DE 2011

A Academia Cultural concentra suas atuações voltadas para Grupos Fechados, ao mesmo tempo que intensifica seu processo continuado de aprofundamento e pesquisa.

Os conteúdos são desenvolvidos a fim de atender a demanda específica dos grupos interessados em todo País: ONGs, instituições educacionais, empresas públicas e privadas, associações de classe, grupo de amigos e familiares...

Sempre com o cuidado de desenvolver um olhar mais atento e abrangente sobre as nossas relações: conosco mesmo, com a família, com o trabalho, com o mercado, com a sociedade e com o meio ambiente.
O que implica em interações mais conscientes e consistentes, nos habilitando a escrever com maior assertividade a nossa própria história.


Página 18 de 19